Instituto Kaplan
 

 

Pílulas - sempre uma novidade!

Uma pesquisa do Ministério da Saúde informou que mais da metade das mulheres que  engravidam, não planejaram esta gravidez. Isto não devia ocorrer! Ao longo dos últimos  40 anos, a medicina tem criado cada vez mais condições para que um casal só tenha filhos quando deseja-los. Os novos métodos hormonais são as provas mais evidentes deste investimento científico. Entre estes, quero destacar neste artigo a pílula.  Um dos métodos mais estudados, que teve o seu primeiro lançamento em 1960 e que continua a ser uma novidade até hoje. Logo que foi comercializada, as primeiras pílulas, as pioneiras tinham uma dosagem hormonal muito alta e causavam diversos efeitos desagradáveis. Os níveis de estrogênio, especialmente, eram bastante elevados: em torno de 200 microgramas ou mais. Com o tempo, os cientistas conseguiram reduzir as taxas de hormônios, sem comprometer a eficácia do método. Resultado: as pílulas que já tinham chegado a ter apenas 20mcg de estrogênio, hoje contem 15 mcg desta substância como é o caso da Mirelle, Minesse, já a Yasmin possui uma substância que equilibra os efeitos do estrogênios de forma semelhante à progesterona, hormônio naturalmente produzido pela mulher. Pela baixa concentração de hormônios estas novas pílulas foram chamadas de pílula ultra-light.

Como funciona estas pílulas?

As pílulas, de modo geral, evitam a gravidez devido a ingestão diária de uma pequena quantidade dos hormônios sintéticos, iguais aqueles que são produzidos nos ovários – estrógeno e progesterona. Quando uma garota toma diariamente um comprimido, este acaba enganando o sistema de regulação do seu organismo, não estimulando a produção natural de hormônios.  Com isto é inibida a ovulação. O óvulo não sendo liberado não há como haver a fecundação.  As Pílulas ultra-light  fazem exatamente a mesma coisa e têm um funcionamento igual ao das pílulas tradicionais, isto é, a mulher ingere diariamente um comprimido e no intervalo entre uma cartela e outra, a menstruação desce. Porém, no caso das pílulas ultra-lights, como há uma pouca quantidade de hormônio na sua composição, os efeitos colaterais são mais amenos, ou praticamente inexistem. No Caso da Yasmin, ainda, reduz a oleosidade da pele, permitindo o seu uso por garotas que tenham propensão a acne, controla o peso e diminui a quantidade de pêlos no corpo.

Como usar as pílulas ultra-light

A maneira correta de tomar esta pílula é iniciar a primeira cartela no primeiro dia da menstruação e toma-la no mesmo horário durante 24 dias. Esta é a diferença entre elas e as anteriores. Esta pílula tem 24 comprimidos e se faz pausa de apenas 4 dias e recomeça outra cartela. A menstruação virá nesta pausa.

Escrito por: Maria Helena Vilela

Tags: pílula anticoncepcional

O S.O.Sex - Serviço de Orientação Sexual à distância é uma das áreas de atuação do Instituto Kaplan. Criado em 1992, tem como objetivo atender as pessoas que buscam esclarecimentos de suas dúvidas sexuais, por meio de atendimento gratuito e personalizado. Até 2011 mais de 150.000 dúvidas foram esclarecidas e hoje atendemos poEmail. Saiba mais sobre nosso trabalho e resultados.