Instituto Kaplan
 

 

Puberdade: quando o corpo muda!

Diferente do que muita gente imagina, puberdade e adolescência não são sinônimos. Adolescência é o momento de mudança psíquica e social.A puberdade é a transformação do corpo de criança para o corpo adulto. São as mudanças orgânicas que ocorrem tanto no menino como na menina para criar condições deles serem pessoas capazes de se interessarem pelo sexo e de conseguir procriar quando tiverem uma relação sexual.  Seu início não tem dia nem hora marcada. Pode começar quando a criança tem apenas 8 anos, ou mesmo quando ela já possui 15 anos, por exemplo. Cada pessoa tem o seu tempo e desenvolve as diversas partes do corpo de acordo com o seu ritmo. Por isso, é normal duas meninas (os), da mesma idade, se encontrarem em estágios diferentes do desenvolvimento da puberdade. Como por exemplo, uma já ter iniciado o crescimento dos seios e a outra ainda está na fase de só perceber uma pedrinha dolorida. Ou o garoto que está mudando de voz e o outro que ainda tem uma voz infantil. Estes acontecimentos, em geral criam muitas dúvidas e levam os jovens a questionarem sua normalidade.

As três fases da puberdade

A puberdade é desencadeada por uma glândula – a hipófise, que fica localizada no cérebro. Não se sabe exatamente porquê, mas num determinado momento a hipófise começa a fabricar hormônios sexuais que colocam em atividade os ovários e os testículos, os quais a ajudam a produzir os hormônios responsáveis pelas mudanças do organismo. Na mulher, os principais são o estrógeno e a progesterona e no homem, a testosterona.

Este processo de mudança ocorre gradualmente, passando por três estágios biológicos bem marcados: o pré-puberal - quando surgem as primeiras modificações corporais; o puberal - quando essas mudanças do organismo colocam em ação a capacidade reprodutiva, isto é, as meninas passam a amadurecer seus óvulos e os meninos, a produzir espermatozoides; e o pós-puberal, no qual os órgãos funcionam tal qual num adulto e se adquirem os caracteres sexuais secundários.

Pré-puberal

Quando a criança entra na puberdade, uma série de alterações ocorrem  no corpo, de forma gradativa. A primeira modificação aparente da puberdade é o aumento do tamanho dos seios, nas meninas, e do pênis e dos testículos, nos meninos. Ambos crescem em altura, aumentam sua estrutura muscular, alteram o tom da voz e começam a apresentar pêlos nas axilas e ao redor dos órgãos sexuais. Nos rapazes surgirão, ainda, barba e bigode. Uma das características deste período é o aparecimento de acne (espinhas). É que por ação dos hormônios, o organismo começa a fabricar uma quantidade maior de ácidos graxos (gordura), o que favorece a formação de uma capa lubrificante na pele.

Puberal

Quando os hormônios sexuais atingem um nível específico, acontece o marco mais importante desta fase: para as garotas, a menarca, primeira menstruação e para os garotos a semenarca, primeira ejaculação, o início da produção de sêmen.

Há uma razão clara para o fato de a mulher "ser um bicho esquisito que todo mês sangra": o corpo possui agora todos os elementos básicos necessários para a mulher gerar um bebê. Mas existe uma diferença muito grande entre estar biologicamente habilitada para ter um bebê e "ser mãe".

No menino, a primeira ejaculação costuma ocorrer enquanto está dormindo. É a chamada polução noturna, um mecanismo do qual o organismo se utiliza para esvaziar a ampola que armazena o sêmen e dar lugar para novos espermatozoides. Este acontecimento  independe da vontade do garoto. Às vezes, por falta de informação sobre esse episódio, ele corre o risco de confundi-lo com a eliminação de urina. A produção de sêmen é o indício de que o rapaz possui agora a capacidade para a reprodução. Daí a ser pai, é uma outra história.

Pós Puberal

Neste período repleto de transformações, os adolescentes costumam se dar conta, também, do principal atributo sexual, que é a capacidade orgásmica, isto é, a percepção das sensações eróticas e de obter prazer através do sexo. Esta descoberta, associada aos estímulos hormonais, que estão a pleno vapor, acentuam o impulso sexual e favorecem o interesse pelo sexo. Tanto no sentido de conquistar parceiros, ficar e namorar,  como em relação as descobertas das sensações sexuais por meio da masturbação e de carícias.

Escrito por: Maria Helena Vilela

Tags: puberdade,menstruação,ejaculação

O S.O.Sex - Serviço de Orientação Sexual à distância é uma das áreas de atuação do Instituto Kaplan. Criado em 1992, tem como objetivo atender as pessoas que buscam esclarecimentos de suas dúvidas sexuais, por meio de atendimento gratuito e personalizado. Até 2011 mais de 150.000 dúvidas foram esclarecidas e hoje atendemos poEmail. Saiba mais sobre nosso trabalho e resultados.