Instituto Kaplan
 

 

Requer sim prática

Na teoria, todo mundo é adepto do sexo seguro. Mas a verdade é que nem sempre a camisinha entra na cama com naturalidade. A prova disto está demonstrada numa pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, a qual mostra que cerca de 35% dos adolescentes brasileiros iniciam a vida sexual sem usar preservativo, e quando o relacionamento é com um parceiro fixo este número cresce para algo em torno de 60%. Então vamos conversar sobre uma das principais dificuldades na utilização da camisinha masculina – a habilidade com o preservativo. 

Para desenvolver a habilidade

Muitos são os motivos que levam os jovens, inclusive os bem instruídos e com todas as informações sobre DST/Aids, a se arriscarem, por alguns minutos de prazer: o medo de perder o clima, a suspeita de infidelidade, a confiança incondicional do amor, e principalmente, a falta de habilidade com o preservativo que somadas aos mitos e preconceitos, ameaçam o desempenho sexual.

Ter habilidade com o preservativo, não quer dizer apenas conhecer as etapas de sua colocação – 1) abrir a embalagem com cuidado; 2) colocar a camisinha somente quando o pênis estiver ereto; 3) antes apertar a ponta para retirar o ar; 4) desenrolar até a base do pênis; 5) usar lubrificantes à base de água; 6) após a ejaculação, retirar a camisinha com o pênis ainda duro; 7) embrulhar em papel higiênico e jogar no lixo – Ter habilidade é adquirir a competência de executar tudo isto com uma facilidade que não limita nem interrompe a atividade sexual.  Para tanto, a intimidade e o treino com a camisinha é fundamental - abrir, pegar, brincar e colocar, tanto quanto for necessário. Costumo dizer que esta intimidade não deve ser um privilégio só dos meninos. Quanto mais cedo se der este contato maior a probabilidade do preservativo se tornar um aliado no prazer sexual dos jovens.

Treino das meninas

Muitas meninas ao se depararem com a camisinha pela primeira vez têm, além do sentimento de vergonha, a sensação de nojo, de quem rejeita pelo medo do desconhecido. A camisinha tem que ser sua conhecida antes de começar a transar. Abra a embalagem, tire a camisinha de dentro e pegue nela. Ponha na sua mão, analise, brinque, faça-a de bexiga. Outra hora, treine coloca-la de acordo com a técnica, em algum objeto cilíndrico, que pode inclusive ser os seus dedos. Quando este treino estiver tranqüilo você pode experimentar desenvolver esta habilidade com a boca. Este é um excelente recurso para sua parceria não resistir ao uso da camisinha.

Treino dos meninos

Faça o mesmo que as meninas. Conheça bem o preservativo antes de treinar sua colocação no pênis. É muito importante que você tenha todas as etapas muito bem assimiladas para não se atrapalhar na hora H. Nesta hora a pressão é muito grande e qualquer medo de errar gera ansiedade e tira a sua concentração das carícias sexuais. Resultado: o garoto pode perder a ereção. Portanto, um bom momento para este treino é durante a masturbação. Sozinho, sem cobranças ou receio de errar o garoto pode desenvolver e aperfeiçoar a técnica de utilização do preservativo, de tal forma que não irá se prender a mitos ou preconceitos para se proteger de um vexame. Pelo contrário, sem o medo de engravidar ou adquirir uma DST/Aids estará muito mais livre para sentir prazer e incrementar a sua relação, alternando a colocação da camisinha com a sua namorada e transformando este momento num jogo erótico. A  camisinha deixa de ser uma intrusa para ser parte das carícias, um artefato de prazer.

Escrito por: Maria Helena Vilela

Tags: camisinha

O S.O.Sex - Serviço de Orientação Sexual à distância é uma das áreas de atuação do Instituto Kaplan. Criado em 1992, tem como objetivo atender as pessoas que buscam esclarecimentos de suas dúvidas sexuais, por meio de atendimento gratuito e personalizado. Até 2011 mais de 150.000 dúvidas foram esclarecidas e hoje atendemos poEmail. Saiba mais sobre nosso trabalho e resultados.