Instituto Kaplan
 

 

TPM - de mal com a vida!

“Namoro com uma garota há alguns meses, e estou apaixonado por ela. Mas, tem dias que eu acho ela muito chata! Briguenta, sabe como é? As vezes penso que ela não gosta de mim. Uma amiga me disse para ficar “sussa” que isso era a TPM. Pelo que entendi é uma coisa que muda o comportamento das garotas, não é? É só antes de menstruar ou quando elas estão menstruadas também? O que muda no comportamento delas?”

Vontade de fazer nada, ou melhor, de dormir, de não ver ninguém, muito menos, de fazer qualquer programa ou ir à escola. A garota fica, simplesmente, insuportável e sem a menor condição para suportar os outros.  Briga por qualquer bobagem, chora sem motivo aparente, todos são chatos e tudo é detestável. É assim que muitas meninas se sentem e se comportam dias antes da menstruação chegar.  Por isso que muitos namorados sofrem tanto!

Isto não é chilique, nem faniquito de mulher! A TPM (Tensão Pré-Menstrual) é um desequilíbrio hormonal que ocorre no corpo feminino e está vinculado ao ciclo menstrual. No meio médico é chamada de desordem disfórica ou síndrome pré-menstrual, e afeta o comportamento, de aproximadamente 75% das mulheres, entre elas, adolescentes a partir de 14 anos.

Deu para identificar no ciclo quando rola a TPM?

A TPM

A TPM pode ser causada por vários fatores. Uma explicação é que a TPM está ligada ao pico de produção de estrogênio, hormônio feminino que produz a ovulação; outra, que esta  síndrome ocorre por conta do desequilíbrio de hormônios como o luteinizante (LH), estrogênio e progesterona; por questões nutricionais e psicoemocionais; e mais recentemente, que esta alteração orgânica tem como o principal vilão o estresse, ou seja, a TPM como o resultado de uma reação orgânica inadequada ao estresse.

Quando nosso cérebro interpreta alguma situação como ameaçadora (estressante), provoca no organismo uma reação de alarme, como se fosse um susto, para em seguida voltar ao estado de equilíbrio. Neste momento é fundamental a ação da serotonina, e, segundo alguns estudos parece existir uma íntima relação entre os hormônios sexuais femininos, as endorfinas (substâncias naturais ligadas a sensação de prazer) e os neurotransmissores tais como a serotonina.

Os sinais e sintomas

Independente de qualquer explicação sobre sua natureza, o fato é que muitas garota sofrem com os sintomas que ocorrem nas duas semanas antes da menstruação, e que podem se estender até por alguns dias da menstruação.

Os sintomas variam de ciclo para ciclo e de garota para garota. Os mais comuns são o inchaço (a retenção de líquidos), seios doloridos, dores de cabeça, cólicas, cansaço, irritabilidade, mudança rápida de humor, e ansiedade. Em mulheres com TPM violenta, a irritabilidade e as mudanças de humor podem transformar-se em verdadeiras explosões de raiva que prejudica a vida pessoal e social da menina. Até as mais apaixonadas estão sujeitas a um ataque súbito de implicância com o namorado.

Tratamento e prevenção

Não existe tratamento para a TPM. O que existe são ações e medicamentos para diminuir ou aliviar os sintomas. O médico ginecologista é a pessoa que de fato pode ajudar a garota, fazendo diagnóstico e orientando o tratamento e a prevenção destes desconfortos de forma adequada.

Em geral, este tratamento pode consistir no uso de anticoncepcionais de baixa dosagem de hormônio que inibe a ovulação e a menstruação; orientação alimentar para a ingestão vitaminas e outros nutrientes como cálcio e magnésio; exercícios físicos para ajudar na produção de endorfinas e serotonina; e a terapia para ajudar no autoconhecimento e aprender a lidar com as situações de estresse.

Dica para os namorados

Sair de perto pode ser uma opção, mas não é o que a maioria das garotas esperam. Neste momento em vez de fugir ou ficar bravo, o melhor é evitar novas tensões. Sejam atenciosos, e não provoquem sua irritabilidade. Para isso segue algumas dicas:

  • Não faça piadas sobre TPM
  • Nunca pergunte o que está óbvio, como por exemplo, se ela está de mau humor;
  • Não subestime a falta de ânimo, tentando animá-la a fazer algo que ela não quer;
  • Evite comentários sobre situações pessoais, como criticar amigas, família ou fazer qualquer tipo de cobrança;
  • Mostre-se disponível para ajuda em alguma coisa que ela precise;
  • Fale ou dê a ela algo que demonstre a importância dela para você;
  • Se não encontrar nada ou não souber o que falar, trate-a com carinho ou apenas faça um cafuné.

Escrito por: Maria Helena Vilela

Tags: tpm,menstruação

O S.O.Sex - Serviço de Orientação Sexual à distância é uma das áreas de atuação do Instituto Kaplan. Criado em 1992, tem como objetivo atender as pessoas que buscam esclarecimentos de suas dúvidas sexuais, por meio de atendimento gratuito e personalizado. Até 2011 mais de 150.000 dúvidas foram esclarecidas e hoje atendemos poEmail. Saiba mais sobre nosso trabalho e resultados.